Conheça tudo sobre a Celulite

Popularmente é chamada de celulite mas o nome correto é lipodistrofia ginóide que em uma alteração no tecido adiposo da pele(células de gordura na hipoderme),causada por toxinas que não são drenadas corretamente pelo corpo e ficam acumuladas na corrente sanguínea.Afeta as mulheres e os locais mais acometidos são abdômen, nádegas e coxas.

Tais toxinas,provenientes de alimentos gordurosos,somados a problemas circulatórios,fazem com que o sangue fique viscoso e não circule adequadamente,comprimindo células nervosas e afetando o tecido subcutâneo. O corpo entende que está ocorrendo um processo inflamatório e responde produzindo colágeno para tentar conter a suposta inflamação.

O excesso de colágeno, somado à falta de circulação e ao sangue viscoso, acaba criando nódulos, que fazem surgir as ondulações levando ao aspecto de “casca de laranja”.

As causas da celulite estão associadas à :

  • Herança genética;
  • Disfunção hormonal;
  • Sedentarismo;
  • Prisão de ventre;
  • Má circulação sanguínea;
  • Fumo;
  • Má alimentação: dieta rica em gorduras, carboidratos e açúcares aumentam a formação e armazenamento de gorduras;
  • Tomar pouca água e abusar do sal: dificulta a troca de líquidos no organismo, favorecendo a retenção de resíduos tóxicos.
  • Roupa apertada: não causa a celulite mas, como comprime os vasos prejudicando a circulação na região, piora muito a celulite;
  • Refrigerante: causa celulite , mas ,não é por causa do gás,e sim ,por causa do açúcar presente no refrigerante.As versões diet ou light também é prejudicial pois contém maior quantidade de sódio que promove maior retenção de líquidos.

A celulite é classificada em 4 graus:

  • Grau 1: leve: não é vista a olho nu, só aparece os “furinhos” quando a pele é apertada;
  • Grau 2: visível: os “furinhos” já são vistos a olho nu, quando apertamos a pele nota-se uma irregularidade.O sistema linfático está mais comprometido e há maior retenção de líquido;
  • Grau 3: intensa: aparecem as ondulações, os nódulos começam a ser sentidos com o toque, o inchaço é mais evidente e aparecem os primeiros sinais de dor quando a pele é apertada;
  • Grau 4: grave: formam-se as pontes de fibrose, as células de gordura agrupam-se formando nódulos maiores, prejudicando a circulação, dificultando a eliminação de toxinas, os nervos são comprimidos, o que faz a região ficar endurecida e dolorida.

Tratamento da Celulite

A celulite não tem cura. O tratamento consiste em uma mudança de vida e hábitos alimentares, como praticar atividade física, ter uma alimentação balanceada rica em fibras(diminuir doces,massas e gorduras), beber 2 litros de água por dia.

Cremes para celulite: indicados como coadjuvante dos outros tratamentos, apresentam em sua composição substâncias que levam a quebra de gordura, estimulação do fluxo sanguíneo e drenagem, suavizando a superfície de pele. Entre os ativos mais eficazes encontram-se: Adipol,Celulinol e Adiporreguline: tem efeito no metabolismo das gorduras, ajuda na quebra das mesmas;Cafeína: ajuda na circulação reduzindo inchaços e retenção de líquidos; Rutina:melhora a circulação; Retinol:promove uma renovação celular deixando a superfície da pele mais uniforme , melhorando o aspecto “casca de laranja”.

Drenagem linfática:reduz edemas e retenções de líquidos e ajudam na liberação das toxinas;

Endermologia:aparelho que promove sucção e rolamento,melhorando a retenção , ajuda na liberação das traves de fibrose e melhora a circulação;

Infravermelho:estimula o colágeno melhorando a flacidez;

Radiofrequencia:aumenta a temperatura no local acelerando o metabolismo e reduz o estoque de gordura das células;
Subcisão: liberação das traves de fibrose com agulha;

Ácido hialurônico:preenchimento das depressões com uso de ácido hialurônico de alta densidade.

Lembrando sempre que o diagnóstico e o tratamento indicado para cada caso deve ser feito por um médico.