Conheça os métodos de depilação

A depilação faz parte da rotina de homens e mulheres por isso é importante ter conhecimento dos métodos de depilação e quais as possíveis intercorrências que podem surgir.

Ceras (quente ou fria)

Retiram o pelo pela raiz, tem duração de mais ou menos 20 dias pode ocorrer alergias, irritações, manchas e  foliculite ( que são aquelas bolinhas que lembram espinhas) que aparecem alguns dias após a depilação que na realidade é a pseudo foliculite, ou pelo encravado, o pelo não consegue ultrapassar a pele e provoca a inflamação.

Lâmina

corta a parte superficial do pelo, tem duração de mais ou menos 2 dias e pode ocorre irritações e pelo encravado.

Cremes depilatórios

corroem a parte superficial do fio, tem a mesma duração da lâmina e pode causar alergia.

Aparelhos elétricos

retiram os pelos pela raiz, tem a mesma duração da cera e pode provocar encravamento dos pelos.

Depilação com linha

é uma técnica que retira os pelos pela raiz, onde se usa um fio 100% algodão ou seda. Esta técnica é mais indicada para o rosto porque se for utilizada em grandes áreas torna-se um processo muito demorado. Possui inúmeras vantagens:

  • Indicada para peles sensíveis;
  • Indicada para pessoas alérgicas à cera ou cremes depilatórios;
  • Não provoca queimaduras;
  • Indicado para pessoas que estão em uso de ácido glicólico ou retinóico;
  • Retira pela raiz até os pelos mais finos como as lanugens;
  • Pode ser feita em pele bronzeada;
  • Não provoca alergias;
  • Agride menos a pele, portanto, diminui o risco de aparecimento de manchas.

Cuidados pré e pós-depilatórios

Independente de qual método de depilação, todas agridem de alguma forma a pele, podendo causar irritações, alergias, pelos encravados, ressecamentos ou manchas. Para amenizar esses danos abordaremos algumas dicas de como proceder antes durante e depilacaodepois da depilação:

  1. Cuidados pré-depilatórios
  • Fazer uma esfoliação 3 dias antes da depilação e manter uma rotina de esfoliação uma vez na semana, pois esse método irá remover as células mortas dificultando o encravamento de pelos;
  • Tratamentos com ácidos glicólicos ou retinóico devem ser suspensos uma semana antes da depilação, pois a pele fica muito fina e sensível que causará sérias feridas. O ideal, nestes casos, é recorrer à depilação com linha e mesmo assim suspender o ácido dois a três dias antes da depilação;
  • Pele com acne inflamatória (espinhas “amareladas”), infecções, feridas, cicatrizes abertas, queimadura solar e muito bronzeada não podem ser depiladas de maneira alguma;
  1. Cuidados pós depilatórios

  • Evitar exposição solar logo após a depilação
  • Não usar desodorantes por pelo menos quatro horas, principalmente os que contem álcool
  • Esfoliar a pele três dias após a depilação para diminuir o aparecimento de pelos encravados
  • Usar roupas mais largas, preferencialmente de algodão, pois roupas apertadas e tecidos jeans e lycra, além de irritar a pele por causa do atrito podem provocar a foliculite
  • Não usar cremes ou óleos corporais do dia da depilação, pois obstrui os poros causando encravamento dos pelos
  • Cremes a base de ureia no dia da depilação pode provocar ardência no local, mas no intervalo entre as depilações é indicado pois diminui o risco de encravamento dos pelos
  • Loções  oil-free, géis ou musses que contenham azuleno, calêndula, aloe vera, alfabisabolol, camomila, em sua formulação podem ser usados após a depilação porque não obstruem os poros e diminuem o risco de pelos encravados
  • Água Termal também alivia e diminui o vermelhidão da pele e ajuda a fechar os poros
  • Compressa fria de chá de camomila também acalma a pele